Cidades para todos
 


 

00:04:41

 Seminário Internacional Cidades a Pé. O evento da ANTP reuniu no painel “Cidades para Todos”, especialistas da Inglaterra, Colômbia, Brasil e México, de onde veio um super-herói da mobilidade a pé: o Peatónito, da Liga Peatonal, uma rede de pedestres ativistas.
O personagem surgiu há cinco anos, inspirado na luta livre mexicana, mas sua luta não é nos ringues, mas sim nas ruas. Peatónito tem como objetivo criar uma cidade para as pessoas. E para defender os direitos dos pedestres desenvolve diversas ações para chamar a atenção das autoridades.

Outras armas utilizadas na guerrilha urbana do Peatónito: pintar faixas de pedestres e redesenhar calçadas onde elas não existem ou são estreitas, como a Avenida de La Reforma, uma das principais vias da cidade do México.

Da Colômbia, David Cortés apresentou o projeto “Pedibus”, um sistema de mobilidade segura para estudantes. As próprias crianças definem as rotas mais adequadas entre casa e escola acompanhadas de um adulto responsável.

A inglesa Karen Lucas, professora da Leeds University, pesquisa as consequências sociais da mobilidade desigual em contextos geográficos e espaciais diferentes. E falou sobre uma pesquisa que desenvolveu no Recife, nordeste do Brasil, onde caminhar não é uma opção e sim necessidade.

Tuca Munhoz, secretário adjunto da Secretaria da Pessoa com Deficiência da cidade de São Paulo, destacou que é com a transformação das cidades que se promove a acessibilidade.

Links relacionados:
Peatónito:
http://ligapeatonal.org/

Pedibus:
http://www.nuevaciudad.org/
http://www.movilidadbogota.gov.co/?pag=811
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/pessoa_com_deficiencia/